Historial


Confrontados com a falta de respostas sociais nesta problemática e de forma a dar resposta às solicitações cada vez intensas e tão necessárias da sociedade, um conjunto de particulares, a Fundação Luiz Bernardo de Almeida e a Fundação Dr. Luís Aguiar Soares, constituíram formalmente a Cooperativa de Solidariedade Social Focus em Julho de 2012, tendo esta obtido a sua equiparação a IPSS em Outubro de 2013, data em que formalmente deu início às suas actividades, após um período de reflexão estratégica, cujo objectivo foi definir o seu plano de intervenção.

Neste sentido, e como área prioritária e que mais impacto pode trazer a esta população e suas famílias e fruto de uma busca permanente pela melhoria das condições de vida e bem estar das pessoas e famílias afectadas pelo Autismo, a Focus introduziu em Portugal, em Novembro de 2014, pela primeira vez o Modelo de Denver de Intervenção Precoce (Early Start Denver Model-ESDM) que foi eleito pela Revista Time em 2012 como um dos principais progressos da medicina, de forma a proporcionar às famílias e profissionais que lidam diariamente com esta problemática, a oportunidade de terem formação especializada em Portugal, neste inovador modelo de intervenção com evidência científica.

A introdução deste programa em Portugal contou com a presença da Prof. Doutora Sally J. Rogers, co-criadora do Modelo, uma das referências mundiais nesta área e investigadora galardoada e consistiu na apresentação pública do modelo realizada no Hotel Yeatman no Porto, o lançamento do manual sobre a metodologia em português, um workshop de iniciação ao método para mais de 80 participantes e ainda uma formação avançada para 15 profissionais como pedopsiquiatras, psicólogos, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais e professores do Ensino Especial.

Presentemente, a equipa terapêutica da Focus encontra-se a finalizar a Certificação Internacional no Modelo de Denver de Intervenção Precoce, sob a Supervisão direta da Prof. Sally J. Rogers.

Por outro lado, de forma a proporcionar o acesso a metodologias de intervenção com evidências científicas aplicável a idades mais avançadas, a Focus irá introduzir pela primeira vez em Portugal em Outubro o PRT (Pivotal Response Treatment) que é um dos mais bem estudados e validados modelos de intervenção no autismo e noutras incapacidades, revelando-se particularmente eficaz e eficiente no desenvolvimento da comunicação verbal, imitação, atenção conjunta, interacções sociais, competências de jogo, competências académicas e na redução de comportamentos disruptivos.